Domingo, 09 de Agosto de 2020
83 9 9690-1026
Polícia Pandemia

Pandemia também afeta ações de bandidos na PB e PM adota novas táticas para repelir ações

O coronel, destacou ainda a necessidade de ampliar a integração da Segurança Pública na Paraíba.

21/07/2020 18h47
27
Por: Danilo Almeida Fonte: PBAgora
Pandemia também afeta ações de bandidos na PB e PM adota novas táticas para repelir ações

Comandante-geral da PMPB comenta quais crimes aumentaram e diminuíram em virtude da pandemia na PB e quais táticas estão sendo aplicadas

Recentemente eleito para presidir o Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias e Corpos de Bombeiros Militares (CNCG) do Brasil, o comandante-geral da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller Chaves, fez uma breve avaliação sobre os crimes que mais tiveram quedas e aumentos durante essa fase de pandemia que a população paraibana está convivendo devido ao novo coronavírus.

ParaíbaNA PBPandemia também afeta ações de bandidos na PB e PM adota novas táticas para repelir açõesO coronel, destacou ainda a necessidade de ampliar a integração da Segurança Pública na Paraíba.

21/07/2020 11h06Por: São Bento em FocoFonte: PBAgora

Pandemia também afeta ações de bandidos na PB e PM adota novas táticas para repelir ações

Comandante-geral da PMPB comenta quais crimes aumentaram e diminuíram em virtude da pandemia na PB e quais táticas estão sendo aplicadas

Recentemente eleito para presidir o Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias e Corpos de Bombeiros Militares (CNCG) do Brasil, o comandante-geral da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller Chaves, fez uma breve avaliação sobre os crimes que mais tiveram quedas e aumentos durante essa fase de pandemia que a população paraibana está convivendo devido ao novo coronavírus.

“Esse ano, com o advento da pandemia causada pelo coronavírus, tivemos um crescimento dos crimes Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), mas nos Crimes Violentos Patrimoniais (CVP), verificamos uma baixa em torno de 20%. Naturalmente, todos os estados nesse período de pandemia estão vivenciando crimes diferenciados em ambientes privados, a exemplo do feminicídio, que nem mesmo as ações preventivas da polícia é capaz de evitar. Isso nos provoca a necessidade de melhorarmos permanentemente. E mesmo com uma leve alta da criminalidade nesta pandemia, a Paraíba continua com a terceira menor taxa do Nordeste, e João Pessoa como a Capital menos violenta do Norte e Nordeste, com cerca de 23 homicídios por cada 100 mil habitantes. Os números mostram que em nosso Estado há um trabalho contínuo e eficaz em parceria com todas as forças policiais da Segurança Pública, com os policiais agindo com EPIS. É claro que tivemos algumas perdas, mas continuamos nos protegendo e trabalhando”, comentou Euller.

O coronel, destacou ainda a necessidade de ampliar a integração da Segurança Pública na Paraíba. “A participação da PM e do Corpo de Bombeiros dentro desse contexto tem sido importante. Parcerias com Polícia Científica, Polícia Civil, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, coordenados pela Secretaria de Segurança Pública e com o apoio do governador João Azevêdo, nos proporcionaram bons resultados. Em oito anos consecutivos, temos uma redução nos CVLI e uma redução de três anos consecutivos nos CVP”, disse.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias